segunda-feira, julho 09, 2007

A religiosidade da cerveja





Não interessa o quê nem o porquê! o que interessa é que ela tem que estar lá.
Saúde? Religião? Toalha? Não! Cerveja.
Aliás, CERVEJA, CERVEJA, CERVEJA, CERVEJAAAAAAAAAAAAAAAA... ou seja... Cerveja...
Mas como um líquido tão amargo pode ser tão apreciado? Você consegue almoçar bebendo cerveja? Isso é idiotismo ou uma real idolatração? As pessoas bebem porque gostam ou bebem pra dizer que estão bebendo? ... sei que só sinto o real doce gosto da cerveja quando já passei de 4 copos, ou quando estou realmente com muita sede, fora isso é ruin de descer os primeiros goles.
Cada vez mais cedo as pessoas começam a beber, mas isso não é o mais intrigante, o que pega é que cada vez mais cedo as pessoas dão importância a beber. Não to falando em abstinência ou fazendo apologia ao não uso deste tão precioso líquido, mas fico realmente triste, quando vejo pessoas dando religiosidade a bebida.
Beber pra relaxar, pra enxer acara, por alegria ou tristesa eu admito, mas BEBER POR BEBER é realmente uma MERDA...

Um comentário:

vtm.bahia disse...

Caramba bixo. Eu tava sentindo falta de falar sobre isso. Eu detesto cerveja, não curto mesmo, mas por várias amizades acabo bebendo, e as vezes até exagerando, aumentando meu índice de tonteiras. Responderia Às perguntas dizendo que as pessoas bebem porque gostam e só por beber mesmo. Se tornou um vício. Não creio que "mate" a sede, pois o líquido como você mesmo citou é amargo, então, só vai aumentar a sede. E depois aparecem críticos para falarem mal dos refrigerantes que são doces e viciosos também...
Eu gosto mais de vinho. Mas, se estou com uma galera que bebe cerveja, pode deixar que eu bebo, só pra não ficar de fora da brincadeira...